Ciências e Tecnologia » Astrofísica e Astronomia » Aglomerados Estelares | Aglomerado de Estrelas

Aglomerados Estelares | Aglomerado de Estrelas

Aglomerados de estrelas ou aglomerados estelares (ou ainda starclusters em inglês), são agrupamentos de estrelas (geralmente estrelas bem velhas), que estão gravitacionalmente ligadas orbitando entre si. Aglomerados estelares podem ser abertos ou fechados como veremos abaixo.

Formação de um Aglomerado Estelar

Nessa imagem vemos as plêiades, um famoso aglomerado de estrelas

Nessa imagem vemos as plêiades, um famoso aglomerado de estrelas

Estrelas são criadas a partir de grandes nuvens de gás, nuvem com massas de proporções  milhões vezes maior que o nosso sol, essa massa cria diversas estrelas simultaneamente devido a grande quantidade de massa que possuem. Depois que o gás remanescente se aquece e expande, a maior parte das estrelas se agrupam pela gravidade. Durante a troca de energia entre as estrelas, algumas estrelas de tornam-se fugitivas devido à grande velocidade que atingem. O restante se liga gravitacionalmente e entra em órbita,  então é formado o que chamamos de aglomerado estelar que é um grupo de estrelas orbitando entre si eternamente. A direita uma foto das plêiades um aglomerado de estrelas bem conhecido.

Tipos de Aglomerados Estelares

Dois tipos distintos de aglomerado de estrelas podem ser encontrados, aglomerados globulares ou aglomerados fechados que são grupos apertados de centenas de milhares de estrelas geralmente muito antigas, enquanto aglomerados abertos geralmente contêm menos do que algumas centenas de membros, e muitas vezes são muito jovens.

Aglomerados estelares jovens como os muitos que existem em nossa galáxia são chamados de aglomerados abertos, devido à sua aparência solta. Eles geralmente não ultrapassam a faixa entre 100 e 1.000 membros. Um exemplo é o aglomerado binário ao lado.

Logo no início da formação da nossa galáxia, se formaram aglomerados estelares em formato globular, incrivelmente grandes, formados a partir de nuvens moleculares gigantescas. Cada um contém mais de 10.000 estrelas, aparentemente são muito compactados e tem as estrelas mais antigas do Universo. Um exemplo é o M13 (o objeto 13 no catálogo de Messier) mostrado abaixo:

M13 (o objeto 13 no catálogo de Messier), um dos mais antigos e densos aglomerados de estrelas conhecidos

M13 (o objeto 13 no catálogo de Messier), um dos mais antigos e densos aglomerados de estrelas conhecidos

Compartilhe issoShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on StumbleUponShare on LinkedInShare on RedditEmail this to someoneShare on Google+

Escrito por Equipe de Redação Ciências e Tecnologia

Um comentário

  1. muito bom! bem explicado!

Seu comentário é bem vindo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Aglomerados de estrelas ou aglomerados estelares são grupos de estrelas que estão gravitacionalmente ligadas. Quando estrelas nascem elas se desenvolvem...