Ciências e Tecnologia » Biologia » Anolis proboscis lagarto considerado extinto é fotogradado no equador

Anolis proboscis lagarto considerado extinto é fotogradado no equador

Da mesma maneira que a extinção de uma espécie é uma notícia extremamente triste, a notícia de encontrar exemplares de uma espécie que já foi considera extinta é motivo para se comemorar.

É o caso do lagarto nariz de Pinóquio (Anolis proboscis), que desde meados dos anos 50 foi considerado extinto, até 2005, desde então o raro lagarto foi fotografado apenas três vezes.

Lagarto raro e considerado extinto é fotogradado no equador

“É difícil descrever os sentimentos de encontrar este lagarto, foi como descobrir um segredo profundamente escondido.” Disse Alejandro Arteaga, fotógrafo e um dos observadores do lagarto, que fotografou o lagarto.

Características do Anolis proboscis

Não surpreendentemente, a característica marcante desse lagarto corretamente é a longa protuberância do macho sobre o seu nariz que está longe de ser uma estrutura resistente e rígida, os pesquisadores descobriram que ela é bastante flexível.

Apesar de sua aparência peculiar, o réptil não foi formalmente descrito pelos cientistas até 1953. Eles conseguiram salvar apenas seis exemplares, os quais eram do sexo masculino . Ele foi visto várias vezes nos próximos anos,  perto da cidade de Mindo, Equador e, em seguida, começou a desaparecer.

“Durante 40 anos, ninguém viu. Nesse ponto, pensamos que a espécie tinham sido extinta ” – disse Jonathan Losos , biólogo evolucionário e herpetólogo da Universidade de Harvard que estudou o animal.

Então, em 2005, um grupo de observadores de aves perto de Mindo avistou um lagarto de aparência estranha a atravessar a estrada. Um deles compartilhou uma foto quando eles voltaram para casa, e herpetologistas perceberam que o lagarto Pinóquio ainda estava vivo e bem.

Várias equipes viajaram a esta área do Equador para observar melhor o ocorrido. Uma equipe, liderada por Steve Poe, um pesquisador da Universidade do Novo México e um especialista em encontrar lagartos em locais difíceis, constatou que os Anolis proboscis poderiam ser encontrados facilmente, se você souber onde olhar é claro.

Losos, outro pesquisador também membro da Comissão Geográfica Nacional de Pesquisa e Exploração, chegou no Equador em 2010, para resolver este mistério e estudar a história natural do lagarto Pinóquio. Incapaz de encontrar o lagarto, pesquisando seus esconderijos conhecidos, Losos fez o que qualquer bom detetive faria: Ele montou uma emboscada, e sua equipe encontrou os lagartos a noite e simplesmente os seguiu até o dia. Este detetive revelou por que os Anolis proboscis foram muito raramente visto durante o dia.

O fato se deve aos Anolis proboscis serem extremamente bons em se camuflar no alto das copas e também se moverem muito e quase ridiculamente devagar.

Referências, fontes, bibliografia

Compartilhe issoShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on StumbleUponShare on LinkedInShare on RedditEmail this to someoneShare on Google+

Escrito por Larissa Souza

Bióloga apaixonada por insetos e plantas desde pequena ama a vida em todas as suas formas.

Um comentário

  1. Jose Leandro Pastore

    uma boa noticia exemplares vivo e na natureza

Seu comentário é bem vindo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

lagarto nariz de Pinóquio (Anolis proboscis), desde dos anos 50 não havia sinal dele, até 2005, desde então o raro lagarto foi fotografado só três vezes