Ciências e Tecnologia » Astrofísica e Astronomia » Estrela Gêmea do Sol é Descoberta Por Pesquisadores Brasileiros

Estrela Gêmea do Sol é Descoberta Por Pesquisadores Brasileiros

A quantidade de informações que os astrônomos podem reunir sobre a nossa “vizinhança” no universo só de olhar para ele é bastante limitada, as maneiras de contornar isso são através da observação de outras estrelas, sistemas solares, galáxias, a fim de adquirir uma melhor compreensão do nosso próprio.

Durante muito tempo, eles têm procurado outras estrelas como o nosso Sol, para que possam aprender mais sobre o que ele poderia ter sido no passado e que o poderia acontecer com ele no futuro. Enquanto eles encontraram várias estrelas semelhantes, só recentemente foi descoberta, por pesquisadores brasileiros em parceria com pesquisadores de outros países, uma dessas gêmeas do sol incrivelmente perto da nossa estrela.

O que define a evolução de uma estrela é sua massa e sua composição química. A observação dessa estrela vai nos trazer pistas de como será o futuro da nossa, de como o Sol vai envelhecer. – Pesquisador Jorge Meléndez, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG), da Universidade de São Paulo (USP), que liderou o trabalho.

HIP 102.152 – A Estrela Gêmea do Sol

Pesquisadores brasileiros encontram gêmea do Sol a 250 anos-luz de distânciaA estrela gêmea do sol é chamada HIP 102152 e está localizada a cerca de 250 milhões de anos-luz de distância de nós. E tem aproximadamente 8,2 bilhões de anos, sendo cerca de 4 bilhões de anos mais velha do que o nosso sol. A que torna HIP 102.152 é fascinante, é possui uma massa praticamente idêntica à do nosso sol ou seja, 0,97M_{\odot}, (O Sol tem 1M_{\odot} massa solar), e sua composição química, segundo os astrônomos é praticamente idêntica ao nosso sol.

Durante o Big Bang, três elementos foram criados: o hidrogênio, hélio e lítio. Os cientistas observaram que as estrelas semelhantes mais jovens parecem ter mais lítio do que o nosso sol, levando-os a acreditar que as estrelas perdem lítio medida que envelhecem. Isso é especulação, mas as medidas da gêmea do sol HIP 102152 mostram que ela tem níveis mais baixos de lítio do que a nossa estrela, dando credibilidade à essa ideia e mostrando que o nosso Sol tem o valor esperado para a sua idade.

Talvez a coisa mais interessante dessa gêmea do sol é que, como a nossa estrela, ela não possui os elementos usados ​​para formar planetas e outros corpos rochosos, o que significa que é provável que ela tenha “esgotado” esses elementos, quando o sol ainda estava se formando. Isto sugere que a estrela pode ter vários planetas rochosos orbitando-a, o que significa que existe a possibilidade de que pelo menos um poderia suportar a vida como a conhecemos.

Referências

//astronomia.blog.br/irma-mais-velha-do-sol-e-o-problema-do-litio/

Compartilhe issoShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on StumbleUponShare on LinkedInShare on RedditEmail this to someoneShare on Google+

Escrito por Equipe de Redação Ciências e Tecnologia

Um comentário

  1. josuel siva barbosa

    o conhecimento bem direcionado faz maravilhas em gaia

Seu comentário é bem vindo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pesquisadores brasileiros em parceria com pesquisadores estrangeiros encontram estrela gêmea do sol, a estrela tem massa e composição química similar ao sol