Ciências e Tecnologia » Física » Fusão nuclear a laser perto de criar mini-estrela

Fusão nuclear a laser perto de criar mini-estrela

Esta semana, pesquisadores do National Ignition Facility, relataram na revista Physics of Plasma que seus progressos na tecnologia da fusão nuclear, estão a um passo de criar o primeiro motor de fusão nuclear, uma espécie de mini-estrela.

A fusão nuclear a laser é uma das abordagens para tentar criar uma fonte de energia limpa inspirada no que acontece no interior das estrelas – há um outro projeto com o mesmo princípio usando 60 raios lasers  na Universidade de Rochester, nos Estados Unidos.

Os cientistas relatam que os experimentos conseguiram alcançar o aquecimento, compressão e segmentação, parâmetros necessários para a ignição, o problema restante é que a cápsula contendo o combustível que quebra irregularmente sob o intenso calor e pressão. Eles estão desenvolvendo experimentos para determinar a causa e a dinâmica de ruptura da cápsula de combustível, e “limpar o caminho para a ignição de laboratório”. Eles têm um prazo, dado pela Administração Nacional Americana de instalação nuclear, de três anos para atingir a ignição e queima.

Como a fusão nuclear pretender criar a mini-estrela

Fusão nuclear a laser perto de criar mini-estrela

O projeto visa disparar um conjunto de 192 feixes de raios de laser ao mesmo tempo numa pequena cápsula chamada hohlraum, tal cápsula é oca, porém em seu interior que é menor que uma esfera de caneta, encontram-se isótopos de hidrogênio, deutério e trício componentes para a fusão nuclear.

Juntos os 192 lasers disparados contra a capsula criam uma energia de aproximadamente 1,8 megajoule gerando uma potência de 500 terawatts, isso equivale a toda a potência de energia elétrica consumida nos Estados Unidos na fração de segundo que o laser dura. No momento do disparo a capsula se torna uma espécie de “forno”, e a elevada temperatura e pressão é comparável à encontrada no núcleo solar, o que faz a capsula ruir imediatamente. A ideia é que os isótopos de hidrogênio se fundam, dando início à reação de fusão nuclear, que produziria grande quantidade de energia sem gerar resíduos.

Fonte

pop.aip.org

Compartilhe issoShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on StumbleUponShare on LinkedInShare on RedditEmail this to someoneShare on Google+

Escrito por Equipe de Redação Ciências e Tecnologia

5 Comentários

  1. Quem segura esses cientistas malucos?

    Não existem leis, não?…

  2. Eu já vi isso no filme do homem aranha 2, o Dr. Octopus tenta criar uma mini estrela.

  3. Gilberto P. Santos

    Ainda tem muitas pessoas misturando as coisas, a “Fusão” nuclear não tem nada a ver com a “Fissão” nuclear, que é o princípio da bomba atômica, que transforma matéria em energia quase que instantaneamente, o que chamamos de “Bomba atômica”. A fusão nuclear não irá explodir, apenas gerar muito calor, que por sua vez poderá gerar muito “VAPOR DE ÁGUA”, que irão acionar turbinas mecânicas que por sua vez irão girara geradores de energia elétrica, num processo barato e abundante.

Seu comentário é bem vindo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Progressos do National Ignition Facility na tecnologia da fusão nuclear estão a um passo de criar um motor de fusão nuclear, uma espécie de mini-estrela