Ciências e Tecnologia » Astrofísica e Astronomia » Matéria Escura e o Universo | O que é a matéria escura?

Matéria Escura e o Universo | O que é a matéria escura?

Calcula-se que 95% da massa do universo é composta de um material que os cientistas não podem observar diretamente, a chamada matéria escura, este ingrediente bizarro e misterioso não emite luz ou energia. Então, por que os cientistas pensam que ela existe?

O que é matéria escura?

Matéria Escura e o Universo | O que é a matéria escura?Uma definição aceita do que seria matéria escura é que ela seja um tipo de matéria que explica a grande parte da massa total do universo. A matéria escura não pode ser vista diretamente com telescópios; evidentemente não emite nem absorve radiação eletromagnética de luz ou de qualquer outro tipo, em qualquer nível significativo o que lhe rende o nome de matéria escura.

 

Embora ela não possa ser vista é possível mensurar a força gravitacional que ela emite, motivo esse que sustenta a hipótese de sua existência.

Em meados dos anos de 1930, o astrônomo húngaro Fritz Zwicky, calculou a massa de certas galáxias,  o calculo o levou a perceber que a massa que ele havia calculado era cerca de quatrocentas vezes maior do a massa obtida pela observação das estrelas, Essa seria explicada pela massa de matéria escura.

Segundo os cálculos de Fritz, a matéria escura não seria apenas mais um detalhe na composição do Universo, e, sim, seu principal ingrediente. Hoje em dia, calcula-se que el corresponda a mais ou menos 95% do Universo.

Estudos e Evidências Sobre a Matéria Escura

Estudos de outras galáxias na década de 1950 em primeiro lugar indicaram que o universo contém mais matéria do que pode ser visto a olho nu. O apoio à teoria da matéria escura foi crescendo, e embora não tenha sido detectada nenhuma evidência sólida direta da matéria escura, tem havido fortes possibilidades nos últimos anos.

O material familiar do universo, conhecida como matéria bariônica, é composta de prótons, nêutrons e elétrons. A matéria escura pode ser feito de matéria bariônica e não-bariônica. Para manter os elementos do universo em conjunto, a matéria escura deve compor cerca de 80 por cento da sua matéria.

Há três linhas separadas de evidências de que a maior parte da matéria escura não é feito de matéria bariônica comum, incluindo prótons, elétrons e átomos:

  • A teoria do Big Bang, que prevê de forma muito precisa a abundância observada dos elementos químicos, prevê que as porções de matéria bariônica compões cerca de 4 a 5 por cento de densidade crítica do Universo. Em contrapartida, a evidência de estruturas em grande escala e outras observações indicam que a densidade de matéria total é substancialmente maior do que isso.
  • Grandes pesquisas astronômicas de microlente gravitacional, incluindo o MACHO e o EROS, mostraram que apenas uma pequena fração da matéria escura na Via Láctea pode estar escondida em objetos compactos e escuros, a faixa de exclusão abrange objetos de pouco mais da metade da massa da Terra se até 30 massas solares, excluindo quase todos os candidatos plausíveis.
  • A análise detalhada das pequenas irregularidades (anisotropia) na radiação cósmica de fundo observada pela WMAP e Planck mostra que cerca de cinco sextos da matéria total é possui uma forma que não interage significativamente com a matéria comum ou fótons.
Compartilhe issoShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on StumbleUponShare on LinkedInShare on RedditEmail this to someoneShare on Google+

Escrito por Equipe de Redação Ciências e Tecnologia

4 Comentários

  1. Otimoooo gosteiii de mais ….

  2. Heitor Moizes Salesse

    Eu acho que matéria escura é como se fosse a água, e nós(a matéria) seria reagentes e produtos colocados em água. Algo do tipo.

Seu comentário é bem vindo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Calcula-se que 95% da massa do universo é composta de algo que os que não se pode observar diretamente, a matéria escura, este ingrediente bizarro e miste..