Ciências e Tecnologia » Astrofísica e Astronomia » Planeta 9 novo exoplaneta do sistema solar foi roubado por nosso sol

Planeta 9 novo exoplaneta do sistema solar foi roubado por nosso sol

Através de um estudo simulado em computador, astrônomos da Universidade de Lund, na Suécia mostram que é altamente provável que o chamado Planeta 9 seja um exoplaneta. Isso tornaria o primeiro exoplaneta a ser descoberto dentro de nosso próprio sistema solar. A teoria é que o nosso Sol, em sua juventude cerca de 4,5 bilhões de anos atrás, roubou o Planeta 9 de sua estrela original.

Um planeta extra-solar, ou exoplaneta, é por definição um planeta situado fora do nosso sistema solar. Agora, parece que esta definição não é mais viável. De acordo com os astrônomos em Lund, há fortes evidências que o Planeta 9 foi capturado pelo sol quando ainda jovem e tem sido uma parte do nosso sistema solar completamente despercebida desde então.

“É quase irônico que enquanto astrônomos muitas vezes acham exoplanetas a centenas de anos-luz de distância em outros sistemas solares, há um escondido em nosso próprio quintal”, diz Alexander Mustill, astrônomo da Universidade de Lund.

Planeta 9 o novo planeta em nosso sistema solar pode ser na verdade um exoplaneta

Estrelas nascem em “cachos” e muitas vezes passam umas pelas outras. É durante esses encontros que uma estrela pode “roubar” um ou mais planetas em órbita em torno de outra estrela. Este é provavelmente o que aconteceu quando o nosso próprio sol capturou Planeta 9.

Planeta 9 o novo planeta em nosso sistema solar pode ser na verdade um exoplaneta

Em um modelo de simulação por computador, Alexander juntamente com astrônomos de Lund e Bordeaux mostraram que o Planeta 9 provavelmente foi capturado pelo sol durante a aproximação com a orbita de outra estrela.

“O Planeta 9 pode muito bem ter sido ‘empurrado’ por outros planetas, e quando ele foi parar em uma órbita que era muito distante de sua própria estrela, o Sol pode ter tido a oportunidade de roubar e capturar Planeta 9 de sua estrela original. quando o sol depois afastou-se do aglomerado estelar em que nasceu, Planeta 9 foi preso em uma órbita em torno do sol “, diz Alexander Mustill.

Video mostra a simulação por computador de como o sol pode ter roubado o planeta 9

“Ainda não há uma imagem do Planeta 9, nem mesmo um ponto de luz. Não sabemos se ele é feito de rocha, gelo ou gás. Tudo o que sabemos é que a sua massa é provavelmente cerca de dez vezes a massa de terra.”

Ainda é necessário muito mais pesquisas antes que se possa dizer se Planeta 9 é o primeiro exoplaneta em nosso sistema solar. Se a teoria estiver correta, Alexander Mustill acredita que o estudo do espaço e a compreensão do Sol e da Terra vai dar um salto enorme.

“Este é o único exoplaneta que nós, de forma realista, seriamos capazes de alcançar usando uma sonda espacial”, diz ele.

O planeta 9

Os objetos do Cinturão de Kuiper, pequenos corpos semelhantes a Plutão além de Netuno, têm uma distribuição especial, que é difícil de explicar por puro acaso. Isto é o que levou Konstantin Batygin e Mike Brown do Caltech (EUA) a propor, em um artigo publicado em 20 de janeiro no The Astronomical Journal, a existência de um nono planeta de 10 massas terrestres, cujas perturbações no Cinturão de Kuiper, poderia ter resultado na sua distribuição atual. Usando simulações numéricas, os dois cientistas determinaram a possível órbita deste planeta. Para ser capaz de reproduzir a distribuição observada dos objetos do Cinturão de Kuiper, essa órbita, com uma semi-eixo maior de 700 unidades astronômicas, deve ser muito excêntrica (e = 0,6) e inclinada (i = 30 °), mas nenhuma restrição sobre a posição atual do planeta foi proposta no estudo da Batygin e Brown. Isso não facilita a tarefa dos observadores que precisam procurar em todas as direções possíveis em longitude para tentar descobrir esse planeta.

Desde 2003, Agnès Fienga (astrônomo do Observatoire de la Côte d’Azur), Jacques Laskar (CNRS pesquisador sênior) e sua equipe vêm desenvolvendo as efemérides planetárias Inpop, que calculam o movimento dos planetas no sistema solar com a maior precisão . Em particular, usando dados da sonda Cassini (NASA / ESA / ASI). Os pesquisadores tiveram a ideia de usar o modelo Inpop para testar a possibilidade de adicionar um nono planeta do Sistema Solar, como proposto por Batygin e Brown.

Referências

  1. MUSTILL, Alexander J.; RAYMOND, Sean N.; DAVIES, Melvyn B.. Is there an exoplanet in the Solar system? Monthly Notices Of The Royal Astronomical Society: Letters, [s.l.], v. 460, n. 1, p.109-113, 26 abr. 2016. Oxford University Press (OUP). http://dx.doi.org/10.1093/mnrasl/slw075.
  2. LINDER, Esther F.; MORDASINI, Christoph. Evolution and magnitudes of candidate Planet Nine. Astronomy & Astrophysics, [s.l.], v. 589, p.134-139, 25 abr. 2016. EDP Sciences. http://dx.doi.org/10.1051/0004-6361/201628350.
  3. FIENGA, A. et al. Constraints on the location of a possible 9th planet derived from the Cassini data. Astronomy & Astrophysics, [s.l.], v. 587, p.8-20, mar. 2016. EDP Sciences. http://dx.doi.org/10.1051/0004-6361/201628227.
Compartilhe issoShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on StumbleUponShare on LinkedInShare on RedditEmail this to someoneShare on Google+

Escrito por George Cruz

Técnico em química, programador, graduando em engenharia mecânica, um amante do conhecimento, da boa música e da arte.

Seu comentário é bem vindo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


É provável que o novo planeta do sistema solar o Planeta 9 seja um exoplaneta a teoria é que o Sol em há 4,5 bilhões de anos atrás o roubou de sua estrela