Ciências e Tecnologia » Física » Sensação Térmica | Nem tão quente assim!

Sensação Térmica | Nem tão quente assim!

Tem algo pior do que um dia bem quente ou um dia extremamente frio? Pior que tem: um dia com uma sensação de maior frio ou maior calor. Parece estranho, mas não é. Há fatores que alteram a sensibilidade do ser humano à variação de temperatura, fazendo com que se sinta mais calor ou frio do que o normal. Essa é a sensação térmica.

Tá mais quente ou mais frio?!Sensação térmica

Sensação térmica é a sensibilidade do corpo relacionada ao calor e ao frio. Em outras palavras, é a temperatura que realmente sentimos e não a temperatura que está no ar. Quando o corpo está molhado, na maioria das vezes, sente-se frio, causado pela evaporação da fina camada de água existente na pele, que acaba “roubando” calor do corpo para evaporar. Isso se intensifica caso esteja ventando. O vento acelera a evaporação da água e, consequentemente, essa sensação de mais frio. Realmente, o corpo esfria, melhor dizendo, perde calor, o que faz com que sintamos a temperatura um pouco menor do que a temperatura ambiente. Dizemos, então, que a sensação térmica está mais fria do que o normal. Observamos isso, sem pensar, quando esfriamos um copo de leite quente assoprando-o. Com a movimentação de ar, haverá perda de calor mais rapidamente, diminuindo a temperatura do leite. Vale ressaltar que o frio é uma sensação de ausência de calor!

Essa diferente sensibilidade ao calor e ao frio pode ser influenciada por diversos fatores, destacando-se a umidade do ar atmosférico e a velocidade do vento. Sabe-se que a água é condutora de eletricidade e calor (mesmo estando pura, apresenta uma condutibilidade térmica 25 vezes superior à condutibilidade térmica do ar seco), por isso, o ar úmido permite a troca de calor mais eficaz, ou seja, em dias frios e úmidos e sensação térmica será menor do que a temperatura ambiente, tendo a sensação de mais frio. Em dias quentes e úmidos, observa-se uma sensação térmica maior do que a temperatura ambiente. Nessas condições, há maior quantidade de vapor de água na atmosfera e isso dificulta a evaporação das moléculas de água presente no suor da superfície da pele. Dessa forma, o resfriamento da pele é prejudicado, fazendo com que as pessoas sintam mais calor do que o normal. Embora a umidade interfira na sensação térmica, com certeza, o principal vilão é o vento e sua velocidade. Ventos fortes roubam calor por convecção, de maneira muito mais rápida do que ventos mais leves ou simples brisas.

Existe um a avaliação da sensação térmica relacionada à velocidade do vento, que está representada na figura abaixo:

Velocidade do vento na sensação térmica

Para nós, seres tropicais, dotados de sol quente e radiação incidente abundante boa parte do ano, o termo sensação térmica pode até ser pouco conhecido, mas lembre-se dele toda vez que estiver “tomando uma brisa”, pois ele é o responsável pela sensação de menor temperatura sentida.

Fontes e Bibliografia:

//www.hsw.uol.com.br

//www.sofisica.com.br/conteudos/curiosidades

//www.brasilescola.com/fisica

//ecoviagem.uol.com.br/noticias

Compartilhe issoShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on StumbleUponShare on LinkedInShare on RedditEmail this to someoneShare on Google+

Escrito por Mailson de Queiroz

Químico e amante dessa ciência, assim como tudo que se conecta a ela... Mestre em Engenharia de Materiais e um professor que acredita na força de educação para mudar o mundo... Enfim, louco por ciências, apaixonado pelo conhecimento e, acima de tudo, cada vez mais um eterno aprendiz...

2 Comentários

  1. jOSY paSCOAL jp

    Obrigado

Seu comentário é bem vindo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Sensação térmica é a sensibilidade do corpo relacionada ao calor e ao frio. Em outras palavras, é a temperatura que realmente sentimos e não a temperatura