Ciências e Tecnologia » Biologia » Verão e o aumento dos riscos de desidratação

Verão e o aumento dos riscos de desidratação

No verão, a sensação térmica  é extremamente intensa, pois é nesta estação do ano que a Terra está sobre maior exposição do sol. É muito comum, o aumento dos casos de desidratação. Quando há uma perda rápida e intensa de água no corpo, gera uma desidratação,  que pode acarretar consequências trágicas em várias partes do corpo. A falta de apenas 2% de água pode ocasionar perda momentânea de memória.

verão-desidratação

Com a redução do volume de água no organismo, o sangue fica mais espesso, a pressão arterial caí, pois há menos volume de sangue, com isto várias funções ficam comprometidas ( coração, fígado, função renal e sistema nervoso).

A importância da Água no organismo

  • Compões 75% do cérebro;
  • Regula a temperatura corporal;
  • Compões 83% do sangue;
  • Remove Toxinas;
  • Compõem 22% dos ossos;
  • Amortece as articulações;
  • Atua no transporte do oxigênio e nutrientes para as células;
  • Melhora o oxigênio para a respiração;
  • Ajuda a converter alimentos em energias;
  • Protege e amortece os órgãos vitais;
  • Compõem 75% dos músculos; 

O que é a desidratação ?

Copo-de-águaA desidratação é um grave estado patológico, caracterizado pela diminuição do patrimônio hídrico do organismo, não só de água, mas também de sais minerais e líquidos orgânicos no corpo, a ponto de impedir que ele realize suas funções normais. Ela pode ser provocada pela diminuição da entrada de água no organismo (sede), ou por excessivas perdas hídricas, não substituídas a tempo (diarreias , vômitos , sudorese abundante, etc…).

Tipos de Desidratação:

  1. Desidratação Isotônica
    Tipo mais comum de desidratação, tem como sintomatologia a diarréia e os vômitos. É caracterizada por perdas proporcionais de água e eletrólitos.
  2. Desidratação Hipotônica
    É a forma mais grave de desidratação. Caracteriza-se por uma perda de eletrólitos superior à de água. Tem como principais causas, por exemplo, a diarréia e os vômitos de crianças com subnutrição grave.
  3. Desidratação Hipertônica
    Outro tipo de desidratação grave, dá-se quando a perda de água é maior que a de eletrólitos. 

O que pode levar o organismo perder líquidos em demasia?

  • Febre alta
  • Exposição demasiada ao sol no horário de pico
  • Exposição ao calor por longos períodos
  • Exercício físico em demasia, principalmente em dias quentes
  • Diarreia
  • Vomito
  • Algumas doenças, como a diabetes
  • A incapacidade de se alimentar de forma adequada e ainda a de tomar água, especialmente em crianças, idosos e pessoas portadoras de algumas deficiências.
  • Pessoas com ferimentos graves na pele, especialmente feridas na boca, queimaduras, e doenças ou infecções graves.

Sintomas da desidratação

  • sede constante
  • boca com sensação de secura, especialmente na língua
  • fraqueza
  • muita tontura
  • palpitações constantes, como se o coração quisesse saltar da boca
  • confusão mental
  • letargia
  • diminuição drástica na produção de urina e ainda a coloração da urina pode acusar a desidratação. No caso, se apresentar cor em tom de laranja ou amarelo forte. 

Dicas para prevenir :

  • Beba bastante líquido, pelo menos dois litros por dia;
  • Verifique se as crianças e os idosos estão tomando a quantidade de líquido necessária para manter a boa hidratação do organismo. Nessas faixas de idade, muitas vezes, eles se esquecem de fazê-lo;
  • Use roupas leves e evite a exposição direta ao sol nos dias muito quentes;
  • Não pratique exercícios físicos nas horas mais quentes do dia;
  • Lave bem as mãos antes das refeições e depois de ter usado o banheiro;
  • Certifique-se de que os alimentos que serão ingeridos crus foram corretamente preparados.

 

hidratação-híbrica-veraoNos dias de muito calor por causa da transpiração excessiva, a perda de líquidos corporais é maior, por isto devemos estar atentos, quanto a reposição hídrica, para preservar a homeostase corporal. A desidratação não tratada pode levar á morte.

Referências

  • //drauziovarella.com.br/envelhecimento/desidratacao/
  • //www.guiabrasilblog.com/como-evitar-a-desidratacao/
Compartilhe issoShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on StumbleUponShare on LinkedInShare on RedditEmail this to someoneShare on Google+

Escrito por Simone Brito

Acadêmica do curso de Biomedicina pela Universidade Castelo Branco, no RJ.

Seu comentário é bem vindo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

No verão, a sensação térmica é extremamente intensa, pois nesta estação do ano, a Terra está mais próxima do sol e aumentam os casos de desidratação.