Ciências e Tecnologia » Geociências » Frio extremo | O vilarejo habitado mais frio do planeta

Frio extremo | O vilarejo habitado mais frio do planeta

O vilarejo de Oymyakon é o lugar habitado mais frio do mundo. O pequeno vilarejo de pouco mais de 470 habitantes está localizado na Sibéria (Rússia) a 750 metros de altitude e já registrou a temperatura de 71,2° graus NEGATIVOS em janeiro de 1926. O lugar já foi ponto de parada para pastores entre as décadas de 20 e 30, até transformar-se em uma pequena vila durante o governo soviético.

A única escola da região é fechada quando a temperatura ultrapassa os 52° graus abaixo de zero. Durante o inverno que dura pouco mais de nove meses, as médias são de 50° graus negativos. Os moradores deixam os poucos automóveis da cidade, ligados praticamente o dia todo, pois caso eles desliguem correm o risco de não conseguir dar a partida novamente.

Oymyakon fica na região da Sibéria

Oymyakon fica na região da Sibéria

A rotina dos moradores

Gelo no inverno rigorosoO solo permanece o ano todo congelado, e quando alguém morre no vilarejo a cova já está aberta há três meses atrás, pois para derreter o solo é necessário muito carvão nas épocas mais geladas.

Os habitantes vivem basicamente alimentando-se de carne de cavalo e rena criados em pequenos rebanhos, todos adaptados ao frio com estatura pequena e muita pelagem.

A temperatura extrema na região está associada às altas cadeias de montanhas que impedem a passagem de massas de ar frio que permanecem sobre a cidade.

Graças à proximidade com fontes de águas quentes subterrâneas o único rio chamado de Indigirka, não congela.

Em dias de extremo frio quando as temperaturas chegam em -60° graus o sol praticamente some da região, a população permanece em casa, pois o frio que faz do lado de fora pode matar em minutos. As estradas ficam intransitáveis e os aventureiros que se arriscam a sair com caminhões geralmente acabam atolados na neve.

As casas são de madeira e aquecidas com carvão, tudo muito rústico sem qualquer conforto. Nos poucos meses em que a temperatura melhora é possível perfurar buracos no gelo para pescar.

Oymyakon conta com curiosidades peculiares

Uma curiosidade do lugar é que não é possível ir ao supermercado e comprar garrafas de leite, por exemplo, em estado líquido pois este, só é vendido em blocos congelados da cor de mármore. Por sinal, não há casos de subnutrição na região já que o leite dos animais é extremamente rico em nutrientes.

O transporte é complicado, já que os combustíveis como o gasóleo congelam a -50ºC.

O pequeno vilarejo coberto pela neve

O pequeno vilarejo coberto pela neve

Apesar das temperaturas extremas, a região de Oymyakon tem suas belezas: montanhas de cume nevado, vales, rios e uma vida selvagem exuberante de aves de grande porte, ursos, leões-marinhos e alces.

Compartilhe issoShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on StumbleUponShare on LinkedInShare on RedditEmail this to someoneShare on Google+

Escrito por Thiago Cardoso

Estudante de Engenharia Ambiental Curte viajar pelo Brasil, apreciar e registrar as mais belas imagens naturais do país e conhecer modos de vida diferentes.

Um comentário

  1. O lugar dos meus sonhos, gostaria muito de morar em lugar assim…

Seu comentário é bem vindo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


O vilarejo de Oymyakon é o lugar habitado mais frio do mundo e já registrou a temperatura de 71,2° graus negativos em janeiro de 1926 durante o inverno