Ciências e Tecnologia » Física » Werner Heisenberg | A criação da mecânica quântica e o princípio da incerteza

Werner Heisenberg | A criação da mecânica quântica e o princípio da incerteza

Dia 5 de dezembro de 1901, na cidade de Würzburg, nascia Werner Karl Heisenberg. Foi na Alemanha que cresceu a criança que mais tarde faria importantes descobertas para o mundo, foi lá que ele entrou na Instituição de ensino Maximilians-Gymnasium, dirigida por seu avô materno.

Em 1920, Werner Heisenberg passou a cursar Física na Universidade de Munique e três anos depois ele concluiu o seu doutorado. Em 1924 passou a ser assistente de Max Born, no centro de Gottingen, e deu continuidade as suas pesquisas no Instituo Bohr de Física, juntamente com o próprio Niels Bohr. Foi lá, em Copenhague, que Heisenberg passou a buscar inovações no mundo da física, desmentindo algumas “verdades” clássicas, para criar uma nova era. Após muitos estudos e análises, em 1925, ele desenvolveu a mecânica matricial.

Retrato de Werner Heisenberg

Retrato de Werner Heisenberg

Werner Heisenberg e a mecânica matricial

Foi com essa vontade de mudança que Heisenberg criou coragem e modificou uma hipótese já aceita: era sabido que elétrons e outros fenômenos atômicos poderiam se comportar como partículas, então o estudioso pediu que fosse estudado e então possível predizer matematicamente a ocorrência de outros fenômenos atômicos que pudessem ser averiguados, tais como frequência e luz. Dessa forma, nascia a teoria da mecânica matricial, ou seja, uma forma de lidar com fenômenos quânticos utilizando a linguagem matemática.

Com o crescimento das pesquisas, em 1927, o esquema passou a ter uma extensão conhecida como Princípio da Incerteza ou Princípio de Heisenberg. Tal fato aconteceu quando ele lecionava na Universidade de Leipzig e afirmou que a dupla natureza da matéria estabelece limitação fundamental sobre a precisão de localização e momento dos corpos. A teoria poderia ser aplicada para a matéria no nível subatômico, ou seja, com massas mínimas como as dos elétrons.

Princípio da Incerteza de Heisenberg

O Princípio da Incerteza diz que é intrinsecamente impossível conhecer simultaneamente o momento exato de um elétron e a sua localização exata no espaço, ou seja, a massa e a velocidade. Heisenberg afirma que não há como saber tais dados de forma exata, já que valores passam a ser alterados quando medidos. Com isto, ficou conhecida a fórmula do Princípio da Incerteza:

\Delta x\Delta p\geq\frac{\hbar}{2}

principio-incerteza-de-heisenbergA teoria foi aprovada no mundo científico, mas alguns estudiosos – e já nomes consolidados no universo da física – discordaram da proposta de Heisenberg. Albert Einstein liderava o grupo de científicos que não aceitavam a ideia, declarando que Deus não joga dados e divulgando a frase “Ele pode ser sutil, mas não é malicioso”.

Assim, em 1930, Einstein buscou provar o que tinha de inconsistente no Princípio da Incerteza. O estudioso discorreu sobre a discordância com Heisenberg no Sexto Congresso Solvay de Física, em Bruxelas. Porém, o parceiro de estudos, Niels Bohr, negou as ideias e fez com que o grupo admitisse que o Princípio era livre de contradições internas, tornando o método aceito naquela época e até os dias de hoje.

Assim, em 1932, Heisenberg recebeu o reconhecimento máximo com o prêmio Nobel de Física, “pela criação da mecânica quântica, cuja aplicação possibilitou, entre outras, a descoberta das formas alotrópicas do hidrogênio”.

Após as provas da pesquisa de Werner Heisenberg

Apesar das discordâncias do grupo, o Princípio de Heisenberg foi essencial para abrir um novo campo para física e para os conhecimentos científicos. Com as teorias comprovadas, aceitas, e premiadas, um caminho foi aberto para novos estudos essenciais para a época e até mesmo para os dias de hoje.

Em 1946, Heisenberg retornou para a Alemanha e assumiu o posto de diretor do Instituto Kaiser Wilhelm de Física em Gottingen, que mais tarde passaria a ser conhecido como Instituto Max Planck. Foi onde o pesquisador passou a fazer novas estudos a respeito da teoria das partículas elementares e começou a dedicar-se também a outras assuntos. Lá, Heisenberg fez descobertas sobre a estrutura do núcleo atômico, da hidrodinâmica das turbulências, dos raios cósmicos e do ferromagnetismo, todas importantes para a vida profissional do cientista e para toda a academia de ciências.

Em 1925, quando juntamente com Max Born e Pascual Jordan, Heisenberg estabeleceu as bases da formulação matricial da mecânica quântica, foi iniciada uma nova era nas pesquisas. A teoria forneceu descrições precisas para outros tantos fenômenos. No mundo da física, Heisenberg fez importantes descobertas. No universo como um todo, Heisenberg fez história.

Compartilhe issoShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on StumbleUponShare on LinkedInShare on RedditEmail this to someoneShare on Google+

Escrito por Natalia Machado

2 Comentários

  1. Um grandiosíssimo estudioso que contribuiu muito para a ciência. É tão maravilhoso ver a sua dedicação e seu esforço.

  2. Este estudo foi percutor para posterior correlacao de mecânica quantica para com a espiritualidade…

Seu comentário é bem vindo

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Artigo sobre o físico Werner Heisenberg suas contribuições, a criação da mecânica quântica, mecânica matricial e o princípio da incerteza de Heisenberg